Terça-feira, 29 de Julho de 2008
depois de uma noite cap2

 

Capº2
 
*****(Izza)******
 
Eu e a Emma vimos o Ritchart (nosso patrão), a aproximar-se de nós.
 
Ritchart- meninas deixem o balcão tem clientes á vossa espera.
Emma- quem?
Ritchart- Aqueles dois rapazes, que á pouco estavam aqui.
Eu- ah ok! E estão em que salas?
Ritchart- salas 4 e 5.
 
Fomos para as portas das salas.
 
Emma- Izza vais para qual?
Eu- posso ir já para este.
Emma- ok! Eu vou para este então.
Eu- depois já sabes encontramo-nos em casa.
Emma- ok, bem vamo-nos divertir um pouco.
Eu- bora lá. (entramos cada uma para o respectiva sala).
 
Estava de calções curtinhos (mesmo curtinhos), e um top mesmo bem decotado o que pós o rapaz de rastas a olhar-me de alto a baixo enquanto mexia no pircing que tinha no lábio. Aproximei-me com um ar sedutor.
 
Eu- Olá, então e como se chama este meu cliente?(dizia enquanto me sentava no colo dele de maneira a ele ficar entre as minhas pernas com vista directa para o meu peito).
Rapaz- Tom, Tom Kaulitz!
Eu- hmm interessante.
 
(comecei-lhe a beijar o pescoço, as mão esquerda fixou-se automaticamente no meu rabo enquanto que a mão direita fazia-me festas na perna, eu percorria o seu pescoço com longos beijos até chegar aos lábios, ele apresou-se a tirar-me o top, eu tirei-lhe as suas camisolas enormes, acariciou-me o peito e beijou-o tirando-me de seguida o soutien, os beijos dele desceram até á minha barriga dando especial atenção á minha tatuagem posicionada na minha anca, aqueles seus lábios e o seu pircing frio davam o toque perfeito, tirei-lhe o chapéu, e o gorro, enquanto ele me desapertava as calças, depois foi a minha vez foi só preciso desapertar o sinto e o botão das calças que elas caíram automaticamente no chão tirou-me as cuecas mas nunca parando de beijar tirei-lhe os boxeurs não sei bem para onde, ele apresou-se a tirar um preservativo não sei bem de onde, mas o que sei é que o colocou rapidamente, entrou dentro de mim com movimentos não muito rápidos, que depois aceleraram e se sincronizaram, os nossos gemidos eram abafados pelos beijos. Pouco tempo depois atingimos o auge. Deixamo-nos cair agarrados e acabamos por adormecer pelo cansaço.


publicado por Fary Jane às 13:43
link do post | favorito

De Rutto a 30 de Julho de 2008 às 11:54
Desenho fantástico, omg :o
Mas que fic original, com ilustrações!
Gostei :D


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.mais sobre nós
.pesquisar
 
.Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. cap 5 depois de uma noite

. será que o tom é mesmo as...

. cap 4 depois de uma noite

. cap 3 depois de uma noite

. depois de uma noite cap2

. cap 1 depois de uma noite

. inicio fanfic.

. obrigada

. cap39- fim

. capº38

.arquivos

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO
.subscrever feeds
Em destaque no SAPO Blogs
pub